Internet, futebol e bricolages…. Miguel Leal responde como é a sua vida em quarentena.

Como mantém o contacto com os jogadores?

“No horizonte preditivo há alguns meses atrás ninguém era capaz de afirmar que este cenário pandémico seria possível, no entanto, ele está no meio de nós, e face a este problema a Liga Profissional de Futebol e o Governo tomaram medidas que nos impedem qualquer contacto pessoal, por isso o meu contacto com os jogadores tem sido estritamente via telefone ou Internet, visando sempre saber o seu estado de saúde e das suas famílias, bem como saber se estão cumprindo o plano físico que lhes foi recomendado”.

Quais as consequências no mundo futebol?

“A minha opinião é que este tipo de pandemias com a globalização vai começar a ser mais frequente (oxalá esteja enganado). Assim sendo, nós enquanto pessoas seremos direcionados a repensar alguns valores da nossa sociedade. O futebol, em particular, enquanto fenómeno social e cultural planetário com tantos milhões de apaixonados, que reflete alguns valores da sociedade atual, tenderá também a ser analisado e vivido com nuances diferentes e com certeza com sentimentos e valores diferentes. Penso que no curto prazo o futebol irá passar por alguns constrangimentos, que poderão ser afetar muitos clubes, atletas e todos os agentes ligados ao staff (treinadores, médicos, enfermeiros, técnicos de equipamentos, etc. ). No entanto, nós temos uma capacidade de aprendizagem e de adaptação incalculável e a história tem mostrado que as maiores crises que abalaram as sociedades foram portadoras de muitas melhorias. Saibamos nós continuar a gerir esta terrível tragédia e sairemos mais fortes, ou seja, saibamos nós aproveitar este momento para por em prática novas medidas que contribuam para o enriquecimento e valorização do futebol”.

Como tenho vivido a quarentena?

“Por casa com a família, convivendo mais com os meus filhos (coisa que não tinha muito tempo e que me está a dar algum prazer), lendo muito especialmente no âmbito do futebol, fazendo formações técnicas online, partilhando conhecimentos também online, fazendo exercício e fazendo algumas bricolages necessárias aqui em casa”.